peppedepaula@hotmail.com

domingo, 25 de março de 2012

AVISO DE UTILIDADE AO TURISMO CULTURA E MEIO AMBIENTE

Péppe de Paula no Senegal - Lac Rose, onde por muitos anos
foi o ponto de chegada do Paris - Dakar.
Oi  "POVO DO TURISMO" , como a semana passada eu escrevi na mesma semana dois textos, no domingo passado não publiquei nada, mas não somente por ter postado na mesma semana dois textos, mas porque tive alguns contratempos e problemas familiares que com a força de D'us irão se resolver, o que peço desculpas àqueles leitores que gostam de dar uma "passadinha" por aqui, nesse domingo também não produzirei um texto longo, apenas um comunicado e convite as entidades que tem como direção o TURISMO.

Vou publicar mais uma vez um email que recebi para repassar, no entanto acredito que divulgá-lo aqui pode ser mais útil que encaminhar aos integrantes do meu mailing, no entanto também o farei, pois quanto mais pessoas estiverem comprometidas e envolvidas com o TURISMO, melhor...

TURISMO  -  CULTURA  -  MEIO AMBIENTE

IMPORTANTE

ESTAMOS ORGANIZANDO UMA NOVA TRIBUNA PARA DISCUTIR E RESOLVER OS PROBLEMAS QUE NOS DIZEM RESPEITO, ALUSIVOS AO TURISMO, À CULTURA E AO MEIO AMBIENTE, E OS QUAIS NOS AFETAM  DIRETA OU INDIRETAMENTE.

ESTAMOS ACEITANDO PARA INTEGRAR O NOVO CONSELHO DAS ENTIDADES DE TURISMO DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO TURISMO – CNTur   AS ASSOCIAÇÕES, SINDICATOS, ENTIDADES, ONGs  E  SIMILARES.

ASSIM SENDO, VIMOS PEDIR PARA VOCÊ PEGAR A ADESÃO DA ENTIDADE QUE VOCÊ FAZ PARTE,  COMO TAMBEM REDISTRIBUIR A FICHA DE ADESÃO ANEXA PARA AS DEMAIS ASSOCIAÇÕES, SINDICATOS E ENTIDADES E SIMILARES QUE SÃO DAS SUAS RELAÇÕES, O QUE MUITO AGRADECEMOS.

BASTA PREENCHER E NOS DEVOLVER A FICHA EM ANEXO.

DESDE JÁ ANTECIPAMOS DE QUE NÃO HAVERÁ COBRANÇA DE CONTRIBUIÇÕES ASSOCIATIVAS.


CORDIALMENTE,
JARBAS FAVORETTO
(11) 3758-0142

Aqui vai a ficha de adesão:


C N Tur
Confederação Nacional
                         Do  turismo
Conselho das Entidades de Turismo da CNTur – ConCNTur/SP


FICHA DE ADESÃO

DADOS DA ENTIDADE ASSOCIADA

Nome da Entidade: 
Nome Fantasia:  
CNPJ:                                                            Inscrição Estadual:
Ramo/Segmento:
Endereço:
                                                                             - Bairro:                                                  
Cidade:                                                                       Estado: São Paulo - CEP: 
Telefone: (    )                                           Celular: (    )
E-mail : 


PRESIDENTE EM EXERCÍCIO

Nome:  
RG:                                                       CPF:

Endereço Residencial:
                                                                             -Bairro:
Cidade:                                                                     Estado: São Paulo – CEP:                   
Telefone Residencial:  (    )                                    Celular: (    )
E-mail Pessoal:



Declaro sob as penas legais que, as informações acima são verídicas.

...........................................,          de               de 2012


_________________________________________________

É só preencher e mandar para os emails conselhoturismo@uol.com.br

Aí vai a dica de hoje para quem quer fazer a diferença nesse país, parar de reclamar e agir!

Shavua tov! Boa semana!



"É melhor sofrer uma injustiça que praticá-la, assim como às vezes é melhor ser enganado do que não confiar."
( Samuel Johnson ) 

peppedepaula@hotmail.com
Twitter: @tourismeadviser
55 12 9714 1841
55 12 9192 82 61


quarta-feira, 14 de março de 2012

EMENDAS PARLAMENTARES, DICAS, CICLOVIA, ASSIM CAMINHA O TURISMO...

Péppe de Paula em Tataouine na Tunísia.
Hi...fellas!! What's up? 


A semana nem terminou ainda e eu já estou aqui "aquecendo as turbinas" para o próximo texto, que ânimo hem?

Mas,de fato, é por que recebi um email e acredito que publicá-lo pode ser muito importante para aqueles que acompanham meus textos aqui no blog:

Ministério do Turismo receberá documentos por, no mínimo, 15 dias.
12/03/2012
Brasília (DF) - Começou na última sexta-feira (09/03) o prazo para inclusão de propostas de programação e emendas parlamentares ao sistema do Ministério do Turismo. O cadastramento que definirá onde os recursos orçamentários da pasta deverão ser empregados fica aberto para delimitação das emendas por, no mínimo, 15 dias, podendo ser encerrado a qualquer momento logo após esse período.
Com um montante de R$ 848 milhões em emendas parlamentares individuais, mais de R$ 840 milhões em emendas de bancadas e R$ 221 milhões em emendas de comissão, o Ministério do Turismo aguarda que a o processo de definição das propostas seja rápido para que os projetos possam ser iniciados ainda neste ano.
“A Portaria 112/12 será publicada nos próximos dias, e estabelece prazos mínimos para o cadastramento de propostas. Quanto antes houver a indicação parlamentar, mais tranquilidade teremos para trabalhar, principalmente por esse ser um ano eleitoral. A partir de 7 de julho, não poderemos mais realizar transferências de recursos para estados e municípios que não estejam devidamente contratados, licitados e iniciados”, alertou o ministro do Turismo, Gastão Vieira.
Podem apresentar propostas os entes públicos (estados, Distrito Federal e municípios), consórcios públicos ou municipais e, em situações específicas (como qualificação profissional), o Sistema S.
Portaria 112/12:
Aguardando a publicação oficial para os próximos dias, a Portaria 112/12 estabelecerá regras e critérios para a formalização de instrumentos de transferência voluntária de recursos para apoio aos programas que visem ao desenvolvimento do turismo nacional. Medida que garantirá mais transparência e segurança ao uso dos recursos financeiros do Mtur.
ASCOM
Atenciosamente,
André Vale – Managing Director (Mobile: +55.12.9106.8982)

Aí estão bons motivos para ativarmos os políticos de nossa região que possam reivindicar e também para que os "profissionais" que se encarregam das pastas "arregacem as mangas" e se mobilizem para buscar esses recursos tão necessários a nossas cidades e região...

E já que o assunto da moda são as ciclovias, aí vai um texto publicado pela Associação de Municípios de Interesse Cultural e Turístico - Amitur (www.amitur.org.br) :

Litoral  de  Bicicleta

Foto sem crédito
www.amitur.org.br
Um passeio ecologicamente correto você pode aproveitar inicialmente nas cidades de Santos e São Vicente, percorrendo os adequados roteiros de ‘Cicloturismo’ traçados pela Caiçara Turismo especialmente para esta nova proposta de “Bike Tour”.

Tais passeios oferecem as bicicletas, capacetes e a presença de um Guia de Turismo que acompanha o trajeto escolhido, oferecendo as necessárias dicas de turismo e da história dos pontos percorridos. Custos entre $30 a $50 por pessoa.

Outra grande vantagem apresentada pela agência operadora é que os roteiros podem ser realizados em qualquer dia da semana. O interessado é que escolhe o que melhor lhe convém. Outra vantagem é que a escolha pode recair sobre a parte da manhã, a parte da tarde, ou mesmo à noite. Apenas é recomendável que você faça um agendamento antecipado pelo fone (13) 3466-6905.

Exercícios  nos  Passeios

Ao passear pedalando você cuida da sua saúde e do seu físico (e por que não dizer da sua mente), principalmente se no seu trabalho você fica sentado o dia todo. Assim, o “Bike Tour” preenche o útil e o agradável. No caso citado no tópico acima, Santos possui o maior jardim de orla de praia de todo o mundo, segundo o Guiness Book.

Por sua vez, São Vicente tem muita riqueza histórica em se tratando da primeira cidade do Brasil. As bicicletas são as de aro 20, e boa parte dos roteiros é por ciclovias. O tempo do passeio inclui as paradas pelo caminho para ouvir o Guia acompanhante para bem conhecer as explicações sobre os pontos turísticos visitados.

(Texto de Jarbas Favoretto, MTb 32.511,  06-03-2012)


Muito legal, quem sabe isso pega por aqui, não?


E assim termino o texto do meio da semana, antecedendo minhas postagens aos domingos ou madrugadas de segunda, com mais duas dicas, para quem sabe, abrir os olhos daqueles que acreditam que o turismo pode dar rentabilidade, sustentabilidade, competitividade, seja público ou privado, n'est-ce pas?


Shalom aleihem!




peppedepaula@hotmail.com
Skype: peppe.de.paula
@tourismeadviser
55 12 9714 1841
55 12 9192 8261















domingo, 11 de março de 2012

A IMPORTÂNCIA DA CONSULTORIA NO TURISMO, HOTELARIA E SEGMENTOS

Professor Icaro Cunha, Edson Lobato diretor do PESM e
Professor Péppe de Paula em Seminário de Turismo e
Sustentabildade. 
Olá amigos, essa semana vou abordar um assunto de extrema importância para a sustentabilidade e rentabilidade de qualquer empreendimento no turismo, hotelaria e seus segmentos.

A CONSULTORIA...

E para ficar claro, conceituarei a palavra, para depois mostrar o por que do título do texto dessa semana. Consultoria é a atividade profissional de diagnóstico e formulação de soluções acerca de um assunto ou especialidade. O profissional desta área é chamado de Consultor.


Consultor é o profissional que, por seu saber, sua experiência, é procurado para dar ou fornecer consultas técnicas ou pareceres, a respeito de assuntos ou matéria dentro de sua especialidade. É uma profissão exercida por pessoas formadas em Contabilidade, Administração, Economia, Direito, Engenharia, Psicologia,Turismo e Hotelaria, dentre outras... 



CONSULTORIA ESPECIALIZADA



É aquela que atua em um ou poucos assuntos dentro de uma área de conhecimento.



A atividade de Consultor pode ser exercida pela pessoa autônoma ou empresa especializada, neste caso denominada Consultoria.

Segundo dados do IBCO (Instituto Brasileiro dos Consultores de Organização), o Brasil responde por cerca de 0,4% do mercado mundial de consultoria. A América Latina toda responde por 2% (dados de 2000). Em relação ao mercado mundial, esse número representa muito pouco em nosso país. 

A grande verdade é que os empresários brasileiros não tem o hábito de contratar consultores especializados e muitos deles quando diversificam seus negócios ou partem para investimentos em áreas diferentes àquelas de seus conhecimentos, acreditam que podem lidar com o novo desafio utilizando seu feeling empresarial, mas infelizmente, segundo o SEBRAE, 60% das empresas fecham suas portas antes do segundo ano de funcionamento e um dos motivos  é a falta de conhecimento específico.

Diversificar negócios, certamente será um bom investimento, mas é necessário ter conhecimento naquilo que se vai investir, principalmente no turismo, na hotelaria, A&B e seus segmentos.

Estamos falando nesse momento da iniciativa privada, porém a máquina pública também sofre as consequências da falta de consultores capacitados e apropriados em áreas, entre as quais o TURISMO, que o amadorismo e a ingerência, fazem o dinheiro público não aparecer como deveria em resultados específicos.

Ilustrando meu texto de hoje e o motivo que me inspirou em escrevê-lo, foi o email do amigo e Consultor Eduardo Faraco, da Faraco Consultores (www.faracoconsultoria.com.br) que transcrevo abaixo como GUEST POST, que fala justamente da importância em se contratar consultores:

Consultor Eduardo Faraco 
Escrevi bastante nos últimos anos, mais de 80 textos no blog, mais de 70 seminários para entidades de fomento ao empreendedorismo, milhares de e-mails, etc.

Muito pouco escrevi sobre consultoria – ironia do destino – atuo há tantos anos auxiliando, assessorando, capacitando empresas, empreendedores e colaboradores de hotelaria e food service e jamais quis escrever sobre a importância da consultoria – possivelmente porque imaginava que muitos iriam imaginar que o texto seria uma tentativa de “vender” meus serviços – este não é o foco principal mas sim a consequência para aqueles que queiram sair do “lugar comum”, seja através dos meus serviços como de outros colegas.

Existem dezenas de excelentes consultores no mercado, gente competente, ética, com ampla experiência profissional, que atuaram como gestores e empreendedores e que tiveram formação específica na área antes de entrar no meio da consultoria – sem falsa modéstia me incluo neste grupo com muito orgulho.

O foco deste texto é a importância da consultoria e os benefícios que empresas terão ao contratar consultores então vamos à elas:

- Consultores são profissionais com ampla experiência de mercado como gestores e empreendedores, com  formação acadêmica específica, dezenas de cursos de aprimoramento (como professores e alunos), participam anualmente de muitos eventos nacionais e internacionais do trade, e sobretudo estão o tempo todo “antenados” no mercado – lendo, realizando consultorias, escrevendo, fazendo visitas, etc.;

- Consultores não usam bola de cristal, cartas ou tarôs para imaginar o que é preciso fazer em seu empreendimento – a menos que o empreendedor/gestor tenha plena consciência do que precisa, o passo inicial é o diagnóstico gerencial ou empresarial (postei um texto a este respeito há algumas semanas). Mesmo que saibam do que precisam o diagnóstico deve ser realizado pois sempre aparecem novas situações problema que devem ser corrigidas;

- A partir do diagnóstico existem dois caminhos – o primeiro é o gestor/empreendedor realizar as ações de correção, melhorias, etc. sugeridas no diagnóstico. o segundo é contratar um consultor que irá lhe auxiliar através de ferramentas de gestão e operação, reuniões, implantação de sistemas, levantamento de custos, auditorias, capacitações, etc – não se preocupe – consultor nenhum orienta todas as ações que devem ser realizadas à partir do diagnóstico a sua atuação – você e sua equipe poderão realizar muitas delas, mas o que observa é que para muitas outras a continuidade do trabalho  do consultor por algum tempo é imprescindível;

- Muitos dirão, eu posso fazer, não preciso pagar e nem abrir a minha empresa para alguém que não conheço – engano seu – encontramos no mercado centenas de engenheiros, médicos, bancários, veterinários, extremamente competentes em suas áreas, administrando hotéis e restaurantes  - infelizmente, não por muito tempo - de acordo com entidades de fomento ao empreendedorismo as taxas de quebra de empresas antes do terceiro ano estão acima dos 60% e isso que não temos dados específicos para hotelaria e alimentação em nível Brasil (apenas alguns estudos setorizados que mostram percentuais ainda mais altos, principalmente para o segmento de food service);

- Alguém já fez uma consulta médica em um economista, ou fez um estudo de viabilidade com um médico ?? Pois bem, o conhecimento em administração hoteleira e food service é específico e deve ser valorizado – existem dezenas de novos modelos de gestão e operação que a grande maioria dos empreendedores não conhece e que agregarão grande valor ao seu empreendimento, gerando melhores resultados, maior produtividade, qualidade em serviços,  maior satisfação para seus clientes e colaboradores;

- Alguns poderão dizer – o custo da consultoria é alto para a minha empresa – NÃO É – PENSE DUAS VEZES – é muito mais econômico do que você pensa, o retorno dos valores investidos é imediato (se as ações forem implementadas rapidamente) e o que temos observado na grande maioria das empresas é que mesmo após o final das consultorias, empresas e gestores ficam mais leves, mais modernos, mais inovadores, e os retornos são passam a ser muito mais efetivos,

Era isso por enquanto...se precisarem estamos por aqui(os contatos estão abaixo),

Ótima semana à todos,

12 9610 9122
skype:efaraco1
twitter: @EduardoFaraco

Então empresariado, trade, micros empresários, que tal começarem a se utilizarem desses profissionais para melhorar a gerencia, logística, rentabilidade e sustentabilidade de seus negócios?

Aí vai a dica, mais uma vez! Uma boa semana a todos vocês...




"Idealista é uma pessoa que ajuda as outras pessoas a serem prósperas."
                                                        ( Henry Ford )

peppedepaula@hotmail.com
skype: peppe.de.paula
Twitter: @tourismeadviser
55 - 12 - 97141841
55 - 12 - 91928261

segunda-feira, 5 de março de 2012

O QUE VOCÊ FARIA SE FOSSE GERENCIAR O TURISMO DA SUA CIDADE OU REGIÃO?

Aeroporto de São José dos Campos, embarque para o RJ.
Meus queridos leitores, seguidores, críticos e acompanhantes de meus textos, mais uma  semana e mais um deles, para que vocês se deleitem ou não, nessa matéria tão fascinante, que nos faz literalmente viajar.

Estou escrevendo com dificuldade, pois foi uma semana difícil no trabalho e por problemas de saúde, além de estar trabalhando em casa também para cumprir alguns contratos firmados, mas mesmo assim vim aqui escrever pelo menos um pouquinho,  mesmo porque  passei boa parte da semana pensando numa questão que me fizeram em relação ao que eu faria com o  turismo do município e da região.

É claro que por causa de minhas condições físicas e emocionais, não responderei como deveria, analisando de maneira mais técnica as conjecturas e pragmatismos viciados da região mais detalhadamente sobre essa questão, que envolve o turismo e a hotelaria de nossa região como um todo.

Tenho lido bastante sobre hospitalidade, e já aí, tenho uma visão muito complexa sobre o que se deve fazer para tentarmos recuperar 20 anos de ingerência nesse segmento que deveria ser a mola mestra de nossa economia.

Bom, mas de imediato eu respondi a  essa  pessoa que me propôs essa questão, que atualmente eu não faria nada com o que se tem, e acredito com muita fidelidade naquilo que estudei, leio e pesquiso, que é necessário uma real e total mudança nos paradigmas de gestão público privada e nas políticas públicas de turismo, visando a sustentabilidade e rentabilidade desse segmento.

Promulgo categoricamente que esqueçamos tudo o que existe, aproveitando apenas a parte não "cancerosa" do segmento, partindo do princípio, a análise dos relatórios de competitividade existentes  (Mitur, Estaduais e Municipais),  que nos mostrarão um norte para atingir competitividade nos mercados consumidores de turismo.

Basicamente esses relatórios apontam os pontos favoráveis e desfavoráveis e que envolvem, principalmente os quesitos como: acesso (hiiiiiiiii), saúde, segurança, infra estrutura, serviços, mão de obra (hiiiii) e muitos outros.

Aproveito para comentar os vários posts no facebook onde já li moradores "descerem a lenha" no turista, sem mesmo saberem diferenciar essa nomenclatura, explicação disponível no link abaixo:
http://www.peppedepaulaturismobrazil.blogspot.com/2012/02/turismo-ou-veranismo-turista-ou.html e é tão rara por aqui, então, a educação para o turismo, já seria algo interessante a se pensar, para agregar à rede pública de  ensino, em palestras para os pais e comunidade e ser levado as Associações de Moradores, mas antes disso ter conhecimento do tipo de frequentadores que queremos para nossas cidades e região.

Aconselho àquele ou aqueles que forem gerenciar nosso município e região a repensarem em suas políticas públicas para o turismo, desmitificarem os pragmatismos existentes, ouvirem especialistas da área e se conscientizarem verdadeiramente da importância do turismo, tanto que o modelo de gestão já não combina mais com a adição de pastas como cultura, educação, esportes e etc  ao segmento de turismo.

O órgão de turismo seja qualquer modelo que tenha, Secretaria, agência, coordenadoria e etc, deve ser única e desvinculado de mandantes centralizadores, a competência do gestor deve ter autonomia nas questões deliberativas na direção das ações mitigadoras em prol do fomento do turismo.

E mesmo que o gestor seja um agente político, este deve estar cercado de bons profissionais e alicerçado nas bases de apoio que sobrevivem do turismo e seus segmentos, como o trade, Conselho  Municipal de Turismo, Associação Comercial e terceiro setor.

Por sua vez esse órgão deve ter uma autonomia orçamentária e repasse para o  FMT - Fundo Municipal de Turismo, controlado pelo orgão, CMT, Associação Comercial, Secretaria da Fazenda e fiscalizado pelo Ministério Público, que poderei descrever futuramente e isoladamente (CMT, e a importância da Associação Comercial e o Trade).

Rascunhei em outubro de 2011 um modelo de organograma para uma possível SECRETARIA DE TURISMO (Ponto) disponível no link http://www.peppedepaulaturismobrazil.blogspot.com/2011/10/luta-por-fazer-sao-sebastiao-uma-cidade.html e que juntamente com o que escrevi, como sugestão para inclusão no Plano Diretor de Turismo ou Planejamento a seguir: 

-  Profissionalizar o Orgão de Turismo com 4 turismólogos ou bacharéis em turismo (Projetistas- convênios – captadores de recursos);

- Atualizar, informatizar todo o produto turístico do município, perpetuando as informações em publicação e CD;

- Otimizar, informatizar e padronizar o sistema de informações turísticas institucionais;

 - Profissionalizar o atendimento ao turismo, através de um centro de informações turísticas, com infra-estrutura logística, tecnológica e de recursos humanos qualificados;

- Capacitar funcionários, junto ao sistema de convênios, ministério do turismo para descobrir, pesquisar e captar verbas públicas;

- Garantir a viabilização de diversos programas e projetos disponibilizados pelo MITUR;

- Dar suporte logístico e apoiar a implantação do GEOR, projeto do SEBRAE ;

- Projetar e promover o município nacional e internacionalmente;

 - Levar e apresentar a rede pública de ensino em parceria com a SEDUC, noções de turismo, cidadania e recepção a visitantes através de aulas especiais, palestras e cartilhas;

- Criar o Pólo Ecoturístico Regional – São Sebastião Litoral Norte;

- Desenvolver o turismo cultural;

 - Desenvolver a prática de atividades de aventura de caráter recreativo e não competitivo em áreas naturais com a preocupação com o meio ambiente e segurança;

- Minimizar os efeitos da sazonalidade do fluxo turístico na cidade;

- Desenvolver o turismo náutico e o turismo de pesca, aproveitando o potencial dos recursos aquáticos do município;

 - Atrelar o turismo aos padrões de comportamento do nativo, às instituições , crenças, as manifestações artísticas, o inusitado, o diferente, aquilo que o turista espera conhecer e com o qual deseja interagir.

- Apoiar logística e estrategicamente o Conselho Municipal de Turismo e o Litoral Norte Convention and Visitors Bureau e etc.

Enfim, eu certamente começaria com essas ações antes de ir na mídia e clamar por "pessoas" para descerem para cidades completamente lotadas e congestionadas, contribuindo ainda mais para um veranismo degradante e impactante do ponto de vista sustentável, fazendo com que aqueles turistas de qualidade que vem nessas épocas, não queiram mais voltar e perpetuando assim o ciclo contínuo de veranistas como provado em teorias que estudam o caso.

Aí vai a dica...boa semana a todos!

Eu e meu filho que faz aniversário hoje 05 de março, no Aeroporto de Guarulhos.
E de propósito deixo esse texto para ser publicado na data de 5 de março, sem dúvida o dia mais importante da minha vida, pois ha treze anos (11h00) nasceu o meu bem mais precioso, que homenageio aqui:

Yom hudelet sameaj! Mazal tov ben cheli! Ani ohev otcha!!!

Que D'us lhe dê uma vida longa e feliz!!!



"Quando você ensina o seu filho, ensina também o filho do seu filho. "
( Talmude )


peppedepaula@hotmail.com
@tourismeadviser
Skype: peppe.de.paula
55 12 9714 1841
55 12 91928261